Artigos

O que é Google AdWords?

O que é Google AdWords?

– Se você já fez uma pesquisa sobre métodos para se divulgar um website na internet, é provável que tenha ouvido falar sobre o Google AdWords. E talvez já se tenha perguntado: afinal, o que é o Google AdWords? Este é o serviço de Links Patrocinados do Google, criado no intuito de disponibilizar um valioso espaço nas páginas do site de buscas para anunciantes que desejam exibir seus produtos e serviços para bilhões de internautas.

– O Google foi criado em 1998, e apenas três anos mais tarde, já havia se tornado referência mundial como mecanismo de busca na internet. Seus fundadores precisavam, de alguma forma, adquirir rentabilidade sobre o expressivo tráfego que ali se formava, e viram a possibilidade para isto no sistema do site GoTo.com, que era nada mais que o embrião dos Links Patrocinados. Entretanto, precisaram desembolsar 300 milhões de dólares para utilizarem a licença patenteada dos Links Patrocinados. O investimento deu tão certo que, pouco tempo depois, o AdWords (agora, rebatizado como Google AdWords) passou a gerar bilhões para a gigante de Mountain View.

– O Google AdWords é o sistema de Links Patrocinados mais conhecido e difundido na internet, pela obviedade de seu site hospedeiro ser o número 1 em acessos na rede mundial. Entretanto, seu sucesso não se baseia exclusivamente neste vínculo. Desde o seu surgimento, os Links Patrocinados do Google AdWords passaram por inúmeras melhorias, relacionadas principalmente com seu motor interno, no intento de tornar as buscas mais segmentadas. Este aperfeiçoamento proporciona ao anunciante maior vantagem competitiva, uma vez que o sistema identifica e relaciona a busca do internauta por palavra-chave, perfil e localização geográfica. Vantagem também para os usuários, que obtêm respostas mais precisas, poupando-lhes tempo. Este tipo de experiência positiva é um motor impulsor do Google AdWords.

– Um canal de divulgação em larga escala como este deveria, segundo a lógica, ter um alto custo de implementação e manutenção; porém, isto não ocorre com o Google AdWords. Anunciantes que possuem um baixo orçamento disponível para publicidade, contemplam no Google AdWords a oportunidade ideal para divulgar seus produtos e serviços. Nos Links Patrocinados é possível determinar quanto você está disposto a gastar por dia, sem a existência de um compromisso com gasto mínimo. Este sistema é baseado principalmente no chamado CPC (Custo Por Clique). O CPC permite ao anunciante pagar uma determinada importância, somente quando o usuário clica em seu anúncio. Provavelmente esta é a maneira mais justa de se fazer publicidade – especialmente pelo fato do usuário que realizou a pesquisa e clicou no anúncio já estar inclinado à compra.

– O que é Google AdWords? Trata-se de um bem elaborado conjunto de ideias que faz deste o sistema de Links Patrocinados mais eficaz da internet.
– Fazer sua empresa aparecer no Google é mais fácil do que você imagina. O primeiro passo é aprender como o Google funcional.

– Quando você utiliza o Google e insere uma consulta de pesquisa por uma palavra ou frase você rapidamente é encaminhado para uma página de resultados desta consulta. No lado esquerdo desta página estão os resultados de pesquisa naturais, que são apresentados e ordenados com base num processo de analise complexo e automatizado que se baseia num nível de relevância dos sites associados a sua pesquisa. Não é possível influenciar diretamente esses resultados. No entanto também existem blocos de textos que o conteúdo pode de fato influenciar, estes são os Links Patrocinados, que aparecem no lado direto da pagina de resultados e em alguns casos no topo. Quando um usuário do Google fizer uma pesquisa relacionada com o seu negocio você poderá garantir que um link para o seu site apareça com os resultados dessa pesquisa e poderá escolher quando e onde o seu anúncio deve ser apresentado.

– Começar a anunciar é muito mais fácil do que você imagina:

– Primeiro defina os clientes potenciais que você gostaria de vissem os seus anúncios, escolha o respectivo idioma e também a sua localização, por país, região ou mesmo cidades. Se por exemplo seu negócio está localizado em Diadema, poderá optar por apresentar o seu anúncio apenas a pessoas da grande São Paulo. Por outro lado, se seu negócio não estiver associado a nenhuma localização específica o seu anúncio poderá aparecer em todo país ou mesmo em uma seleção de países a sua escolha.

– Em seguida escreva um anúncio apresentando seu negócio. A estrutura do anúncio consiste num título seguido de duas linhas descritivas dos seus produtos ou serviços e termina com o endereço do seu website.

– Depois escolha os termos que, quando inseridos no campo de pesquisa do Google, deverão ativar a apresentação do seu anúncio – estes termos são chamados de palavra-chave. Você deverá escolher aquelas que espera que os seus clientes utilizem quando procuram algo relacionado com o tipo de serviço ou produto que sua empresa disponibiliza. Se for uma floricultura, por exemplo, poderá começar a sua lista de palavras-chave com “entrega de flores”. Quanto mais precisas forem as suas palavras-chave maior a probabilidade de impactar as pessoas que procuram exatamente aquilo que sua empresa disponibiliza.

– Por fim escolha o máximo que esta disposto a pagar por um clique no seu anúncio e o orçamento total que pretende gastar por dia.

– Um dos principais aspectos do AdWords é que quando alguém pesquisa uma das palavras-chave que você escolheu e o seu anúncio aparece Google não há nenhum custo. Só há custo quando o usuário clica no link para o seu website. Deste modo você tem total controle de todos os aspectos financeiro da sua campanha.

– A posição do link patrocinado na lista é parcialmente determinada pelo valor que você decidir pagar para cada clique. No entanto também é determinada pela relevância do seu anúncio em relação à pesquisa. Assim quando mais segmentado o seu anúncio e sua lista de palavra-chave menos dinheiro terá de investira para garantir a apresentação do seu anúncio.

– Ao utilizar o Google AdWords você anuncia o seu negócio, mas de forma bem distinta da publicidade tradicional.

– O AdWords é diferente da publicidade tradicional por que escolhe exatamente onde e quando os seus anúncios são apresentados, assim apenas as pessoas que realmente estão à procura de algo que sua empresa disponibiliza virão a sua publicidade, e você só paga por isso quando estas pessoas clicarem nele.

– Você pode alterar os seus anúncios sempre que quiser – e ativar ou desativar suas campanhas sempre que achar conveniente.

– Como o preço é baseado num preço de leilão, você começa a receber potenciais clientes no seu website por apenas alguns centavos por clique.

– Finalmente não existe um gasto mínimo e você tem total controle do seu investimento, fica sempre sabendo quanto pagou pelos seus visitantes e pode alterar o orçamento diário como quiser. Desta forma aparecer no Google está ao alcance de qualquer pessoa ou empresa.

– Está pronto para ser encontrado no Google?

Crie seu anúncio agora!

Impacto da Mídia Social sobre a Sociedade

“Você tem Facebook?”

“Sim, é claro. Mas eu não acho que você pode me encontrar, pois há muitas pessoas que têm o mesmo nome que eu. Tente pesquisar com meu sobrenome também.”

“Hey, você comemorou seu aniversário no K-Box, certo? Eu vi as fotos em seu Facebook.”

“Bro, eu vi seus comentários sobre o vídeo do YouTube que eu postei no meu blog. Estou feliz que você está também profundamente comovido com o ‘Peacock Dança do homem’ também.”

de mídia social ou “rede social” tem quase se tornou parte de nossas vidas diárias e sendo lançado em torno ao longo dos últimos anos. É como qualquer outra mídia, como jornais, rádio e televisão, mas é muito mais do que apenas sobre a partilha de informações e ideias. Ferramentas de redes sociais como Twitter, Facebook, Flickr e blogs têm facilitado a criação e troca de ideias de forma rápida e amplamente do que a mídia convencional. O poder de definir e controlar uma marca está mudando de empresas e instituições para indivíduos e comunidades. Não é mais sobre os 5Cs (por exemplo do condomínio, os cartões de crédito e carro) que cingapurianos uma vez falou. Hoje, é sobre o novo Cs: criatividade, comunicação, conexão, criação (de novas ideias e produtos), comunidade (de interesses comuns), colaboração e (mudando o jogo de) a concorrência

Em Janeiro. 2010, InSites Consulting realizou uma pesquisa online com 2.884 consumidores de mais de 14 países entre as idades de 18 a 55 anos em redes sociais. Mais de 90% dos participantes conhece pelo menos um site de rede social e 72% dos participantes são membros de pelo menos um site de rede social. Em média, as pessoas têm cerca de 195 amigos e eles log in, duas vezes por dia em sites de redes sociais. No entanto, 55% dos usuários não podem acessar seus sites de redes sociais no trabalho. No passado, muitos adultos não foram capazes de fazer mais de 500 amigos, mas com a mídia social, até mesmo uma criança ou adolescente pode ficar a conhecer mais de 500 pessoas em poucos dias apenas clicando o mouse. A mídia social tem desvalorizado a definição tradicional de “amigo” onde ela significa confiança, apoio, valores compatíveis, etc. Apesar de ficar a conhecer mais pessoas, não somos capazes de construir vínculo forte com todas as pessoas que conhecemos como nosso tempo disponível é limitado. Assim, há uma tendência próxima social das pessoas com mais amplos círculos sociais, mas os laços mais fracos (pessoas que não conhecemos muito bem, mas que nos fornecem informações úteis e idéias).

A mídia social também influencia a compra das pessoas comportamentos. Influência Digital Group informou que 91% das pessoas dizem opiniões dos consumidores são o # 1 ajuda a decisões de compra e 87% confiam recomendação de um amigo sobre avaliação do crítico. É três vezes mais propensos a confiar em opiniões de pares sobre a publicidade para as decisões de compra. 1 conversa boca-a-boca tem um impacto de 200 anúncios de TV. Com o uso prevalência de mídia social, há numerosas notícias relacionadas a ele desde o vídeo mais visto do YouTube em “pianista sem braços vence ‘da China Got Talent'” para-assistida Web casos de suicídio (por exemplo, New Jersey estudante universitário que se matou depois de vídeo de ele em um encontro sexual com outro homem foi postada online). Assim, se as redes sociais fazem-nos melhor ou pior situação como uma sociedade?

Efeitos positivos da mídia social

Além de ter oportunidade de conhecer um monte de gente em um rápido e uma maneira fácil, as mídias sociais também ajudou adolescentes que têm restrições de mobilidade sociais ou físicas para construir e manter relacionamentos com seus amigos e famílias. As crianças que vão para o exterior para estudar ainda pode ficar em contato significativo com os pais. Para uma maior estender, há evidências de que os resultados positivos destas tecnologias.

Em 2008, Obama Presidente eleito ganhou a eleição através do uso efetivo das mídias sociais para atingir milhões de audiência ou eleitores. A campanha de Obama tinha gerado e distribuído enorme quantidade de conteúdos e mensagens através de e-mail, SMS, plataformas de mídia social e seus sites. Obama e sua equipe de campanha compreendeu plenamente a necessidade social fundamental que todos compartilham – a necessidade de ser “quem somos”. Portanto, a campanha enviou a mensagem como “Porque é sobre você” e escolheu a forma correta de mídia para se conectar com pessoas, exigem ações e criar uma comunidade para um movimento social. Eles incentivaram os cidadãos a partilhar as suas vozes, organizar festas em casas de discussão e executar suas próprias reuniões de campanha. Ele realmente mudou a entrega de mensagem política.

campanha de Obama tinha feito 5 milhões de “amigos” em mais de 15 sites de redes sociais (3 milhões de amigos no Facebook em si) e postou cerca de 2.000 vídeos do YouTube que foram assistidos mais de 80 milhões de vezes. No seu auge, o seu site, MyBarackObama.com, teve 8,5 milhões de visitantes mensais e produziu 400.000 posts. A fim de assegurar que os seus conteúdos foram encontrados pelas pessoas, a campanha de Obama gastou $ 3500000 na pesquisa do Google em outubro sozinho, $ 600.000 em Advertising.com, $ 467.000 no Facebook em 2008, etc. Atualmente, conta Twitter de Obama tem cerca de 6 milhões de seguidores .

Em 2010, após o terremoto aconteceu no Haiti, muitas das linhas de comunicação oficiais foram para baixo. O resto do mundo não foi capaz de compreender a imagem completa da situação lá. Para facilitar o compartilhamento de informações e compensar a falta de informação, meios de comunicação social veio em muito útil para relatar as notícias sobre a área afetada sobre o que aconteceu eo que ajuda era necessária. Tweets de muitas pessoas apresentou um panorama impressionante dos acontecimentos em curso do terremoto. BBC cobriu o evento, combinando os tweets a partir do trabalho de seu repórter Matthew Price, em Port-au-Prince para o chão. Blog ao vivo da Guardian também usou as mídias sociais em conjunto com as informações de outras organizações de notícias para informar sobre a missão de resgate.

Tem sido dois anos desde CNN lançou oficialmente iReport como uma seção em seu site onde as pessoas podem fazer upload de material de vídeo , com informações de contato. Durante a crise do Haiti, a CNN havia publicado uma série de material de mídia social, mas não todos os materiais foram verificados. A equipe editorial iria vet os relatórios dos jornalistas cidadãos e rotulados de forma diferente em relação a conteúdos não verificados. No Facebook, um grupo, chamado “Earthquake Haiti”, foi formada para mostrar apoio e compartilhar atualizações e notícias. Ele tinha mais de 14.000 membros e alguns usuários ainda pediu ajuda aos haitianos feridos no grupo. Usando e-mail, sites, Twitter e redes sociais como o Facebook, milhares de voluntários como parte do Projeto Ushahidi foram capazes de mapear relatórios enviados por pessoas de Haiti.

A parte mais impressionante do impacto da mídia social no Haiti é a caridade doações de mensagem de texto que subiram para mais de US $ 10 milhões para as vítimas no Haiti. As pessoas interessadas em ajudar as vítimas são incentivados ao texto, tweet e divulgar o seu apoio usando vários sites de redes sociais. O Grupo Global de Filantropia também tinha começado uma campanha para pedir às pessoas ricas e celebridades, como Ben Stiller e John Legend usar Twitter e Facebook para encorajar outros a dar a UNICEF. Um trabalhador humanitário, Saundra Schimmelpfennig, permitiu que o conselho de outros trabalhadores humanitários e os doadores para postar em seu blog sobre a escolha de quais organizações de caridade para apoiar. Nesse meio tempo, os doadores estavam fazendo perguntas em Twitter, Facebook e blogs sobre suas doações e endosso de suas instituições de caridade favoritas. Depois de cada crise, a mídia social para a causa social torna-se um meio mais eficaz para espalhar a palavra.

Efeitos negativos da mídia social

Há sempre dois lados de cada moeda. A mídia social é apenas uma ferramenta ou dizer para as pessoas usarem. Ele ainda é até os usuários sobre como usar essa ferramenta (apenas como uma faca, pode ajudá-lo a cortar alimentos ou magoar os outros). Do Centro de Pesquisas Pew Internet & American Life Project e Elon University do Imagining the Internet Center realizou um estudo sobre “O Futuro da linha Socializar” a partir do altamente engajados, conjunto diversificado de respondentes a um on-line, opt-in pesquisa consistiu de 895 entidades ligadas à tecnologia e críticos . Os efeitos negativos apresentados pelos entrevistados incluíram o tempo gasto on-line rouba tempo de importantes relações face-a-face; a internet promove relacionamentos em sua maioria rasos; o ato de alavancar a internet para se envolver em conexão social, expõe informação privada; a internet permite que as pessoas silo-se, limitando sua exposição a novas idéias; ea internet está sendo usada para gerar intolerância.

Alguns inquiridos também destacou que não haverá desenvolvimento de algumas novas síndromes psicológicas e médicas que serão “variações de depressão causada pela falta de relações de qualidade significativas”, e uma “nova sociedade mundial”. O termo, “Redes Sociais”, começou a enganar os usuários a acreditar que eles são criaturas sociais. Por exemplo, passar um par de horas usando Farmville e conversando com amigos simultaneamente não se converte em habilidades sociais. As pessoas se tornam dependentes da tecnologia e esquecer como se sociabilizar no contexto face-a-face. A personalidade on-line de uma pessoa pode ser totalmente diferente do seu / sua personagem desligada, causando o caos quando as duas personalidades se encontram. É evidente em namoro on-line, quando o casal se reúne em face-a-cara pela primeira vez. Seus perfis escritos não representam claramente as suas personagens da vida real. É mais atraente para as pessoas a digitar algo que os outros querem ouvir do que dizer a verdade.

Além da “amizade”, criadores de sites de redes sociais e usuários redefinir o termo “privacidade” na Internet, bem . O desafio em privacidade de dados é compartilhar dados ao mesmo tempo proteger informações pessoalmente identificáveis. Quase todas as informações postadas em sites de redes sociais é permanente. Sempre que alguém postar fotos ou vídeos na web, torna-se viral. Quando o usuário exclui um vídeo de seu / sua rede social, alguém poderia tê-lo mantido e, em seguida, postou-lo em outros sites como o YouTube já. As pessoas postam fotos e arquivos de vídeo em sites de redes sociais sem pensar e os arquivos podem reaparecer no pior momento possível. Em 2008, um vídeo de um grupo de estudantes ACJC trote uma aluna na escola em seu aniversário foi distribuído e um outro vídeo de um recruta SCDF sendo “boas-vindas” (foi metralhado com água e asfaltada com sapato polonês) para uma estação de bombeiros local fez sua maneira online.

tantas notícias foi relatado sobre violação de privacidade on-line no Facebook e Facebook está constantemente revisando sua política de privacidade e mudar seus controles de privacidade para os usuários. Curiosamente, mesmo quando os usuários apagar suas informações pessoais e desativar sua conta no Facebook, o Facebook vai ainda manter essa informação e vai continuar a usá-lo para mineração de dados. Um repórter perguntou se os dados serão, no mínimo, ser anónimos. O representante Facebook se recusou a comentar.

No mundo corporativo, gestores de recursos humanos pode acessar o Facebook ou MySpace para começar a conhecer verdadeiras cores dos candidatos, especialmente quando os candidatos a emprego não definir seus perfis como privado. A investigação descobriu que quase metade dos empregadores rejeitaram um trabalhador potencial depois de encontrar o material incriminador em suas páginas no Facebook. Alguns empregadores também têm verificado detalhes on-line dos candidatos em páginas de Facebook para ver se eles estão mentindo sobre suas qualificações. Hoje em dia, as gerações mais jovens têm um completo desrespeito pela sua própria privacidade, abrindo portas para predadores indesejáveis ​​ou stalkers.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Raymond Tay

Anúncios do Facebook: o futuro da publicidade

O início da rede social mudaram a própria estrutura da internet e interações on-line. Bilhões de pessoas usam redes sociais como o Facebook, Google+ e Twitter para ficar em contato com seus amigos e seguidores a cada dia. Assim, em virtude da enorme quantidade de página diária vê estas redes impulso de, profissionais de publicidade já perceberam o potencial de germinação que detêm para anúncios.

No entanto, nenhuma plataforma faz publicidade online como fácil e controlável como o Facebook, o maior rede social do planeta. Desde que lançou sua característica publicidade direcionada, em 2012, tornou-se um go-to plataforma para muitos anunciantes on-line por causa do enorme alcance e flexibilidade que detém. Consequentemente, quase 50% da receita do Facebook vêm agora de vendas de anúncios

Aqui estão algumas das razões Facebook é considerado uma próxima geração de plataforma de publicidade:.

sem precedentes de popularidade

No website da Terra, além do Google Search Engine, pode gabar-se da quantidade de page views diários que o Facebook recebe. Tem perto de um colossal 1,28 bilhões de usuários ativos. Assim, o que lhe permite atingir um amplo espectro de seu nicho. Sem mencionar o número invejável de impressões que os seus anúncios estão indo para obter em uma base diária.

Custo Efetivo

Com os Anúncios do Facebook, você só paga para a quantidade de cliques recebidos. Configurar uma página de Facebook viável e recebendo seus anúncios on-line custa $ 0. Além disso, você pode criar um orçamento para o seu anúncio e fixar o montante das finanças Facebook tem acesso. Com tais características, ficando mais espectadores ou clientes custa apenas uma fração do que seria se você optar por outras estratégias de marketing online.

Segmentação Controle

Facebook oferece uma incomparável controle sobre quem você deseja que seu público seja. Você pode afinar a sua campanha publicitária para uma audiência-alvo muito refinado. Por exemplo, você pode colocar um anúncio para uma escola de espanhol em Nova York, com o público-alvo a ser 14-19 anos de idade que demonstraram uma propensão para aprender espanhol, tanto por gostar de páginas de escolas rivais ou por se matricular lá. Tal nível de precisão permite que você obtenha resultados significativos fora de seus anúncios.

Facebook Blueprint

Facebook Blueprint, lançado no início deste ano, é uma academia para quem quer anunciar através de Facebook, incluindo profissionais de marketing, fornecedores e agências de publicidade. Ele oferece cursos gratuitos em uma variedade de módulos relativos à publicidade do Facebook. Estes incluem os gostos de gerenciar seus anúncios, anúncios de compra, relatórios e medição, otimização da campanha, etc. No entanto, pode-se argumentar que o conteúdo do Blueprint é um pouco magra demais para muitos profissionais com a maioria dos cursos, tendo cerca de 15 minutos para ser concluído. Mas ele merece destacar que nenhuma outra plataforma de publicidade oferece o tipo de regime de e-learning corporativo que Facebook faz.

Ferramentas de Terceiros

A popularidade do Facebook Ads resultou no surgimento de inúmeras plataformas de terceiros que visam tornar a experiência de publicidade no Facebook ainda mais gratificante. Sites como o Ad Espresso, oferta optimização e concepção de serviços que permitem que você tirar o máximo proveito de suas campanhas de publicidade.

Em conclusão, os Anúncios do Facebook são o futuro da publicidade e está sendo refletido na taxa de adoção. De acordo com Bakers Sociais, 92% dos profissionais de marketing sociais já virou-se para o Facebook como sua plataforma de publicidade principal. Os números só subir a partir daqui.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Diane Hughes

O que é o Google Places? Serviço para empresas do Google

Google Places é um serviço gratuito do Google que permite a listagem de informações úteis sobre o seu negócio para os clientes potenciais para ver. Quando os monitores empresa no Google Maps clientes ansiosos pode clicar em seu número de telefone ou saber mais sobre o seu negócio imediatamente. Algumas pessoas se referem a isso como o Google Maps para o negócio.

Este serviço livre do negócio tornou-se a ir-à fonte para pesquisadores experientes da web à procura de empresas locais. Tradicionalmente, as empresas compraram espaço publicitário em jornais e revistas ou manchas de televisão e rádio para promover-se a clientes locais.

A Internet tornou-se enraizada em nossas vidas e é a fonte de mais informações. Se alguém quiser encontrar um encanador para sua tubulação que apenas estourar, eles simplesmente hop on-line. Quando eles querem saber o melhor restaurante local para comida tailandesa ou loja de ferragens que carrega ferramentas Artesão, eles vão para o Google.

Google torna isso possível, servindo-se resultados com base na localização do usuário. Então, se uma pessoa está em Ann Arbor, Michigan e tipos em “encontrar um advogado”, o Google Places vai mostrar advogados Ann Arbor nos resultados.

Google Places funciona muito bem em celulares também. Com aplicativos para Android e iPhones seu telefone móvel se torna as páginas amarelas em seu bolso onde quer que esteja. Para que você obtenha mais clientes, convenientemente vai mostrar o seu negócio em um mapa com um link para sua página Places personalizado, e fornece seu “clique para ligar” número de telefone para que eles podem chamá-lo imediatamente com o seu telefone. Isso é ótimo para a pessoa que procura exatamente o que você tem para oferecer, que é, na verdade, no seu bairro querendo comprar agora.

Quem usa o Google Places?

De acordo com Google.com, 97 por cento dos consumidores procuram informações sobre empresas locais online. Eles querem saber tudo, de menus e locais para horas e muito mais. A web tem muitos sites dedicados a fornecer informações sobre as empresas, mas o Google Places é projetado para permitir não só para os clientes para postar comentários e classificações, mas para os empresários para adicionar imagens e outros detalhes para torná-lo uma experiência abrangente para clientes que buscam informações.

Milhões de empresas já têm aproveitado o Google Places, e milhões mais estão prestes a seguir. Eles fizeram a aplicação de uma parte integrante de suas campanhas de marketing e publicidade.

É um fato que 50 por cento das novas empresas falham no primeiro ano. Não deixe seu sonho de finalmente possuir seu próprio negócio queda no esquecimento, porque você não se juntar ao século 21 e utilizar os muitos recursos gratuitos do Google, o motor de busca número 1 do mundo, onde melhor ir para encontrar os serviços e produtos. O pequeno investimento de tempo para criar e utilizar este serviço gratuito Google pode se traduzir em aumento dos negócios e receitas dentro de um curto espaço de tempo.

Utilizando este serviço gratuito Google

Utilizando Google Mapas para o negócio é tão fácil quanto preencher um formulário. Você acabou de adicionar toda a informação do seu negócio, até 10 fotos e alguns vídeos. Você vai precisar de uma conta do Google Gmail livre para começar. Desde que o Google tem pré-formatados os sites que você não precisa se preocupar com qualquer codificação. Tudo é tratado pelo Google. A chave é colocar a melhor informação que você quer que seus clientes para saber sobre o seu negócio em sua página do Google Places.

Seu Places página é muito importante!

Muitas empresas não entendem a importância deste serviço e deixar seus lugares Página sentar e recolher poeira ou pior ainda, nem sequer reclamar os seus lugares gratuitos Página do Google. Ao tomar a ação, você pode aumentar sua base de clientes e aumentar o tráfego web.

Você pode se destacar na multidão de concorrência quando sua página do Google Places Negócios é totalmente funcional e seus clientes estão interagindo com você on-line. Não há nenhuma necessidade de aumentar maciçamente o seu orçamento publicitário ou gastar centenas, ou mesmo milhares, em uma equipe do site e desenvolvimento state-of-the-art. Ao tirar o máximo proveito de sua página do Google Places livre você vai dirigir em novos clientes.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Lana Hawkins

O que são AdWords?

Há muita confusão entre as pessoas novas para a Internet como a exatamente o que são AdWords. Esta confusão é muitas vezes agravado pela presença de mais um mandato no mundo da publicidade on-line chamado AdSense.

Além de afirmar exatamente o que são AdWords, explicando a diferença entre o AdWords e AdSense é provavelmente a maneira mais fácil de esclarecer esta confusão.

O que são AdWords

  • campanhas AdWords estão anunciando que são criados através do Google para conduzir altamente direcionados tráfego para um blog ou site. Google posiciona os anúncios nos sites ou blogs de webmasters participantes, incluindo as suas próprias páginas de resultados de busca. Cada vez que um anúncio é clicado Google é pago pelo anunciante e compartilhar algumas de que a receita com o proprietário do site onde o anúncio foi colocado e clicou. A menos é claro que é o seu próprio site ou páginas de resultados de pesquisas; caso em que eles tomam toda a receita.

A razão a maioria das pessoas executar campanhas de AdWord é trazer o tráfego de compra altamente segmentados para o seu site onde eles estão sendo muito específico sobre exatamente o que é que eles está vendendo. Assim, o principal objetivo de uma campanha de AdWords é trazer as pessoas que olham para comprar um produto ou serviço específico para um site que oferece o produto ou serviço específico. Os produtos ou serviços podem ser oferecidos como vendas diretas ou talvez por meio de relações de afiliados, mas o cerne da técnica é que ela deve custar menos do que o lucro que pode ser feita a partir das vendas geradas.

O maior erro que alguém usando AdWords pode fazer é oferecer uma falsa promessa. A razão é que cada vez que seu anúncio fica clicado eles têm que pagar pelo serviço, se a pessoa então terras em seu site para descobrir que o produto que eles queriam não estiver lá, o resultado mais provável é que eles vão sair sem fazer uma compra, consequentemente, haverá um custo incorrido para nenhuma recompensa.

O segundo maior erro é ser demasiado vaga, o ponto inteiro de uma campanha do AdWords está a ser altamente focada para o seu público-alvo, de modo que você pode trazer as pessoas e produtos juntos, que querem estar juntos.

O anúncio do AdWords é de um tamanho muito limitado e número de caracteres, também alguns temas / palavras-chave custar muito mais para fazer propaganda do que outros. Portanto, há uma grande dose de habilidade envolvida na seleção das palavras-chave que lhe dará a maioria de estrondo para seu fanfarrão ou seja, você quer atrair os visitantes que desejam fazer uma compra pelo menor custo.

Confusão entre AdWords com o AdSense

  • AdSense é um anúncio que é exibido em um blog ou website relevante ao assunto do site. Google AdSense lugar anúncios no site de webmasters que são geradas por campanhas de AdWord participantes. Se o anúncio for clicado no webmaster participante recebe uma pequena comissão. O prazo para isso é chamado Pay Per Click ou PPC.

Assim você pode ver que o AdWords são onde os anunciantes promover seus sites através de publicidade PPC e AdSense é onde webmasters concorda em hospedar anúncios em retorno para uma pequena comissão em uma base PPC ou seja, sem cliques é igual a nenhuma receita.

Fonte por Brian R Stephens

Anúncios do Facebook – 10 Dicas para um eficaz Facebook Pay Per Click

Facebook Publicidade está a ganhar terreno e está lentamente a fazer ondas como um Pay Per Click viável plataforma. E, embora o Google ainda é a plataforma PPC de escolha para a maioria dos comerciantes do Internet e donos de empresas a competição por palavras-chave é implacável e orçamentos podem desaparecer mais rápido do que o esperado, especialmente para os não iniciados.

com Facebook Pay Per Click, os comerciantes vão obter o valor para o seu dinheiro, enquanto eles seguem diretrizes rígidas do Facebook. Facebook PPC publicidade permite uma campanha bem orientada, com mais de 600 milhões de usuários – 50% dos quais estão ativamente logado para Facebook em qualquer dia

Os anunciantes podem optar por segmentar quer por palavras-chave, localização, sexo. , língua, opiniões políticas, local de trabalho, educação e status de relacionamento. Isso faz com Facebook uma força poderosa no mundo da publicidade.

O que faz para uma eficaz Facebook Pay Per Click campanha? Abaixo estão 10 dicas para quem está começando neste campo:

1. Leia e siga os procedimentos de publicidade do Facebook. Facebook é muito rigorosa com relação a violar os seus termos de publicidade e todos os anunciantes não seguindo as diretrizes para a carta vai encontrar os seus anúncios seja rejeitado, banidos ou excluídos.

2. Escolha as palavras corretas. Antes de escrever sua cópia do anúncio, certifique-se de fazer alguma pesquisa sobre palavras-chave específicas. Confira as palavras descritivas usadas por usuários do Facebook em seus perfis e segmentar os que são relevantes para a sua campanha.

3. Faça o máximo proveito do seu espaço publicitário alocado. Anúncios do Facebook são limitados a 25 caracteres para o título e 135 caracteres para o corpo. Isso é mais do que o Google permite (25 personagens-título, mas apenas 105 caracteres para o corpo – das quais 70 são para a cópia real e 35 para o URL de visualização). Os usuários fazem uso do espaço extra, adicionando informações relevantes que possam ajudar a incentivar cliques.

4. Aproveite o tempo para avaliar a cópia em seu anúncio, verifique se o fator irritante está definido para muito baixo. Os usuários do Facebook tem a opção de fechar anúncios que eles não gostam e isso é principalmente porque o anúncio é chato ou demasiado agressivo. Esta é uma característica única que só o Facebook tem, dentre todas as plataformas de publicidade e se um anúncio foi fechada muitas vezes FB vai proibir o anúncio e ele deixará de ser mostrado aos usuários.

5. Adicionar uma imagem que capta a essência da sua cópia. Escolha uma imagem que representa visualmente a idéia geral de seu negócio ou produto e certifique-se que ele é atraente o suficiente para levar as pessoas a clicar para saber mais sobre o seu negócio ou produto.

6. Só alvo os usuários que irão encontrar seus produtos ou serviços benéficos. Embora o Facebook dá aos anunciantes a liberdade para direcionar os usuários com base em diversos fatores (idade, localização, língua, sexo, filiação política, estatuto relacionamento, juros etc), escolhendo as erradas vai significar a ruína para sua campanha publicitária. Certifique-se de que o seu anúncio é mostrado apenas para os usuários que lhe dará o maior clique através de e taxa de conversão.

7. Adaptar a mentalidade de seus dados demográficos escolhidos para avaliar a eficácia do seu anúncio antes de publicá-lo. Seja crítico e só escolher a cópia que sua demografia escolhidos vão achar interessante o suficiente para continuar a explorar.

8. Teste o seu anúncio antes de gastar muito dinheiro com isso. Facebook PPC pode fazer você gastar dinheiro mais rápido do que você imagina possível. Ao testar um anúncio definir um orçamento diário muito baixo e manter um olho muito próximo em sua campanha enquanto estiver em execução. Facebook tráfego é extremamente rápido, e antes que você perceba seu orçamento terá atingido seu limite.

9. Monitorar o desempenho de seus anúncios. Você pode monitorar o desempenho do seu anúncio através de anúncios gerente do Facebook e Facebook relatórios. Apenas continuar anúncios que passaram a fase de testes com cores de vôo e excluir os que não fazem bem. Facebook Publicidade requer paciência e capacidade para monitorar a eficácia de sua campanha.

10. Esteja ciente da competição. Facebook é a rede social nº 1 no momento, e acumula alguns milhares de novos usuários a cada dia. Juntamente com o afluxo de usuários, é um número de anunciantes que não podem esperar para colocar as mãos em experimentar Facebook Pay Per Click. Estar em guarda e afinar sua campanha de modo a não ser deixado para trás pela concorrência.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Jennifer Sheahan

Digital Media Vs Mídia Tradicional – Uma Análise Comparativa

Não há dúvida de que a mídia social e digital estão impactando significativamente o comportamento do consumidor. Com o crescimento da Internet, as empresas têm percebido a necessidade de reforçar a sua presença on-line e, portanto, estão gastando grande quantidade de recursos em marketing digital.

Enquanto anteriormente, a publicidade foi principalmente limitada a jornais, rádio e televisão , hoje ele tem ido além delas. Ambos os media tradicionais e digitais têm os seus próprios aspectos originais. Este artigo irá oferecer uma análise comparativa desses dois meios de comunicação.

Alcance

Sem dúvida, campanhas publicitárias através dos meios tradicionais de chegar a uma grande parte da população. No entanto, a mensagem chega a um número ainda maior de pessoas através da mídia online. A Internet ajuda a atingir uma gama de pessoas dentro de um curto espaço de tempo. Enquanto o marketing tradicional está limitado apenas a uma geografia particular, mídia on-line não conhece barreira.

Custo

cortes de mídia digital custa significativamente. Anúncios de televisão, rádio e jornais são caros. O preço depende do slot e espaço escolhido. Utilizando a plataforma digital é útil para as pequenas empresas que estão apertado no orçamento.

monitoramento Media

monitoramento de mídia é mais simples em mídia on-line do que a mídia tradicional. As empresas podem ver e medir em tempo real a eficácia da sua campanha e planejar novas atividades. No entanto, no caso da mídia tradicional em tempo real de monitoramento de mídia é uma tarefa difícil.

Diálogos e Monólogos

Marketing através de mídias digitais permitem diálogos entre empresas e clientes. Através da mídia social, os clientes podem discutir os seus produtos e serviços online em tempo real. A comunicação flui apenas uma maneira na mídia tradicional e isso pode levar a confusões e problemas. No entanto, em meios digitais de comunicação flui nos dois sentidos.

Engagement

Engajamento é muito maior no marketing digital platform.Through digitais, as empresas podem incentivar os clientes a visitar os seus sites e testar os seus produtos e serviços. Os clientes podem também interagir com representantes da empresa e saber mais sobre o produto. Chamada à ação é mais fácil através da mídia digital em relação à mídia tradicional.

No entanto, será errado dizer que o marketing tradicional está morto. Há ainda muitas partes do mundo, onde a Internet ainda está para chegar e as pessoas ainda estão para ser de fácil utilização. Em tais casos, a mídia tradicional desempenham um papel muito importante na transmissão da mensagem.

Não obstante, com o marketing digital tempo está dando uma forte concorrência ao marketing tradicional. Tendências de marketing digitais mudaram as regras do jogo e mais e mais empresas estão a consolidar a sua presença on-line para se manter competitivo no mercado.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Sayed Nasir

Social Media – The Basics

A definição é simples, é uma comunidade on-line. Você pode usar esta comunidade para se conectar com as pessoas pessoalmente ou em negócios. É emocionante e desenvolver muito rapidamente. É uma obrigação!

Este artigo é assim que você tem o conhecimento básico para ser capaz de ir lá fora e usar a mídia social para o seu pleno potencial. Leva tempo para aprender, mas quanto mais você usá-lo, o mais poderoso pode ser.

Para que serve Mídia Social?

Agora aqui é a parte emocionante . Você pode usá-lo em tantas maneiras que você provavelmente não percebem o impacto que ela pode ter, especialmente nos negócios.

Você pode usá-lo para se conectar com as pessoas, anunciar, vender, contratar, geração de leads, marketing campanhas, ganhar dinheiro, atingir um público enorme em uma instância, comprar e compartilhar histórias, fotos e vídeos. Você pode comercializar seus produtos usando business to business, educar as pessoas e aprender. As opções disponíveis para você quando usando esses sites são absolutamente notável.

Quais as ferramentas de mídia social que eu posso usar?

As ferramentas são bastante variados. Se você usar o Google para procurar ferramentas de mídia social ou sites que você vai encontrar um monte deles vêm para cima. Abaixo eu ter dado uma pequena definição dos que são mais comuns, mas, obviamente, você precisa decidir por si mesmo qual deles você gostaria de usar.

Como eu disse, usar o Google para explorar suas opções. I Dirá embora, os quatro seguintes são um must! Obter-se uma estratégia, então você vai ter uma idéia do tipo de ferramentas que você precisa para usar

Facebook -. Usado tanto para uso pessoal e empresarial. Em um nível pessoal, você pode se conectar com amigos novos e se reconectar com velhos. Você pode compartilhar vídeos, imagens opiniões e idéias. Em um nível de negócios que você pode criar páginas de negócios e grupos que você pode ganhar entusiasmo e interesse pela publicidade

Twitter -. Usado tanto para uso pessoal e empresarial. Em uma base pessoal, você pode se conectar com pessoas que você conhece e não conhece pessoalmente, ou você pode apenas segui-los se você encontrá-los interessantes. Em um nível de negócios, como o Facebook é uma ótima ferramenta para a publicidade, promoção e ganhando interesse na sua empresa

LinkedIn -. Isto é usado predominantemente para uso comercial e o trabalho profissional. É uma forma de comercialização de seus produtos e serviços para outras empresas. É uma maneira de se conectar com as pessoas na mesma indústria como você. Ótima maneira de rede on-line

YouTube – Um lugar onde você pode encontrar praticamente qualquer coisa. Usado para uso pessoal e empresarial. É uma enorme biblioteca de vídeos, onde você pode educar-se e outro em praticamente qualquer coisa que você deseja. Você pode assistir a vídeos de música, ou postar seus próprios vídeos. Você pode literalmente fazer um vídeo sobre qualquer coisa e postá-lo no YouTube para que todos possam ver.

Todos estão abertos 24 horas por dia para que você pode atualizar, bate-papo, anunciar e todo o resto, sempre que suites você melhor!

Existem muitas ferramentas de mídia social para usar, quanto tempo vai demorar para atualizar todos eles?

Como eu disse, você provavelmente em algum momento estar usando vários ferramentas de forma que há algumas opções que você pode olhar assim quando você atualizar um, ele atualiza todos eles de alguma forma.

Ele faz ter tempo fora de seu dia ao usar e atualizar esses sites, se você tiver o dinheiro, pagar alguém para fazer tudo para você. Se não, então é uma grande ferramenta Hootsuit, mas, novamente, procure no Google e ver se existem plataformas de melhor para você para carregar as informações mais recentes de uma vez só.

Quando eu deveria ter uma estratégia de mídia social?

Usando ferramentas de mídia social para negócios é um espetáculo! Como qualquer risco de negócio você deve ter sempre uma estratégia. Ao usar ferramentas como o Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube você precisa ter sentido, se você quer alcançar resultados.

Tomemos por exemplo marketing on-line ao usar essas ferramentas. Todos os seus princípios são os mesmos que suas campanhas de marketing anteriores mas quando usando a mídia social que você precisa ter uma estratégia sobre como você está indo para usar as ferramentas que você escolher. . Todos eles têm seus próprios usos, você precisa da estratégia que funciona melhor para o seu negócio

Algumas perguntas que você pode querer perguntar a si mesmo são:

1. Como posso segmentar os meus clientes e potenciais clientes de forma eficaz?

2. Como é que eles querem comprar seus produtos ou serviços?

3. Qual o resultado que eu quero?

4. Como faço para manter meu interesse clientes?

5. Quais são as necessidades do meu cliente?

6. Qual é o meu único ponto de venda e como posso anunciar que, no espaço que as ferramentas oferecem?

7. O que a minha campanha parece?

Posso contratar alguém para cuidar da minha Social Media?

Absolutamente! Se você puder pagar, em seguida, fazê-lo! Ele permite que você obter com a criação e expansão de suas idéias de negócios. Assim como quando empregar alguém para o blog para você ou escrever tópicos do fórum que você pode empregar alguém que tem conhecimento incrível em Social Media Marketing, estratégia e campanhas para promover e anunciar o seu negócio on-line.

Nunca subestime o poder da mídia social ! É como Search Engine Optimization, não é para ser ignorado. Não há dúvida de que a mídia social irá melhorar o seu negócio ou sua vida por isso verifique se você está usando!

Obrigado por ler

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Amanda J Stephens

Estratégias de Posicionamento do Produto

Posicionamento é o que o cliente acredita sobre o valor do seu produto, características e benefícios; é uma comparação com as outras alternativas disponíveis oferecidas pela competição. Estas crenças tendem a com base em experiências de clientes e provas, em vez de consciência criadas pela publicidade ou promoção.

Os profissionais de marketing gerenciar o posicionamento do produto, focando suas atividades de marketing em uma estratégia de posicionamento. Preço, promoção, canais de distribuição, publicidade e todos são voltadas para maximizar a estratégia de posicionamento escolhido

Geralmente, há seis estratégias básicas para o posicionamento do produto:.

1. Ao atributo ou de benefícios Esta é a estratégia de posicionamento mais frequentemente utilizado. Para uma cerveja leve, pode ser que gosto muito, ou que é menos de enchimento. Para pasta de dentes, pode ser o sabor de menta ou controle de tártaro.

2. Por uso ou pedido- Os usuários de computadores da Apple pode projetar e usar gráficos mais facilmente do que com o Windows ou UNIX. A Apple posiciona seus computadores com base em como o computador será usado.

3. Por user- Facebook é um site de rede social utilizado exclusivamente por estudantes universitários. Facebook é muito legal para MySpace e serve uma menor coorte, mais sofisticado. Apenas os estudantes universitários podem participar com suas identificações campus e-mail.

4. Ao produto ou serviço de aula Margarina compete como uma alternativa à manteiga. Margarina é posicionado como um custo menor e alternativa saudável para a manteiga, enquanto a manteiga proporciona melhor sabor e ingredientes saudáveis.

5. Por competitor- BMW e Mercedes frequentemente comparar-se uns aos outros segmentar o mercado para apenas o crème de la crème do mercado automóvel. Ford e Chevy não aplicar.

6. Por preço ou qualidade- Tiffany e Costco tanto vender diamantes. Tiffany quer que acreditemos que os seus diamantes são da mais alta qualidade, enquanto Costco nos diz que os diamantes são os diamantes e que só um idiota vai pagar preços Tiffany.

Posicionamento é o que o cliente acredita e não o que o fornecedor quer -los a acreditar. O posicionamento pode mudar devido as contramedidas tomadas na competição. Gerir o seu posicionamento do produto requer que você conheça o seu cliente e que você entenda sua concorrência; Geralmente, este é o trabalho de pesquisa de mercado não apenas o que o empreendedor pensa é verdade.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por John Bradley Jackson

Social Media – Novas Oportunidades de Marketing

O desenvolvimento de novos sistemas de mídia para as empresas de mídia bem estabelecidas incluirá a criação de uma nova presença na mídia social e, simultaneamente, a manutenção de práticas tradicionais. Isto é especialmente verdadeiro para as edições de jornais on-line que será atualizada significativamente mais frequentemente do que a manhã e à tarde edição, além de imprimir revistas que são atualizadas com mais freqüência do que uma vez por semana. Além disso, emissoras de televisão de rede agora estão postando seus programas -. Embora muitas vezes com a publicidade mais curto e diferente sobre determinados sites

Quando se trata de estratégias de marketing para a criação de presença na mídia social em sites como o Twitter, Facebook e Foursquare , não há realmente nenhuma solução de mídia novo singular. Isso ocorre porque a incorporação ou avançar para novas mídias na maioria dos casos vai envolver muitas tecnologias, habilidades e técnicas diferentes. Como exemplo, para um varejista que gostaria de expandir o seu negócio on-line este movimento pode exigir a publicação de logotipos e marcas utilizadas na impressão de documentos para o formato digital; a criação de um site de negócios on-line: um nome de domínio; o desenvolvimento de uma empresa weblog, bem como a abordagem de usar o Twitter e Facebook; desenvolvimento de campanhas de marketing on-line e também, possivelmente, inclusões de vídeos a ser publicados no YouTube.

Estes dias, a maioria das pessoas estão aproveitando as oportunidades para impulsionar seus negócios nestas redes, incluindo comunidades online como o Twitter, LinkedIn ou Facebook , porque esta é uma das maneiras mais populares para a realização de marketing de mídia social. Uma das principais vantagens de usar esses sites de mídia social é que você terá a oportunidade de atingir um público muito maior.

Mídia comerciantes também podem fazer uso de sites de bookmarking social, blogs, fóruns e classificação ou resenha sites . Além disso, este tipo de promoção de mídia poderiam ser realizadas através de redes virtuais 3D, agregadores de notícias e sites de compartilhamento de mídia social que permitem aos usuários trocar de música, vídeos e fotografias.

 

Originalmente publicado no Ezine, traduzido automaticamente para português

Fonte por Colin Scott