10 Mandamentos para um Negócio na Internet – Mandamento 1: Encontrar o Mercado

Esta série de artigos endereça os princípios para começar seu primeiro negócio do Internet. Os 10 Mandamentos para um Negócio na Internet.

Para além de alguns produtos e serviços muito úteis, pode igualmente usar estes artigos como uma lista de verificação para ajudar a permanecer focado e facilitar o setup do seu negócio na Internet.

Mandamento 1 “encontrar um mercado”

Encontre um mercado antes de decidir o produto. Se escolher primeiro o produto e depois descobrir que não há um mercado para ele, terá desperdiçado muito tempo e dinheiro.

Assim, procure primeiro o mercado. E tente encontrar uma área que o inspire ou excite. Se encontrar uma paixão então será mais fácil permanecer motivado ao construir seu negócio.

Usar Google para procurar as palavras-chaves diferentes (o Google Trends e o Adwords são boas fontes). Tentar procurar com Yahoo ou o Bing para ver o que a concorrência vende. Verifique o eBay para ver se há todas suas categorias diferentes. E use o ClickBank para procurar mercados interessantes. Quando você encontra um mercado e os produtos e serviços mais desejados, tudo que terá que fazer é vender.

Claro que existem formas mais completas e complexas de procurar por um mercado. Desde o tradicional “market research” do marketing, passando pelos dados demográficos e sociográficos disponíveis em inúmeras fontes oficiais, ou pelos bancos de inovação como a Springwise.

A minha sugestão é que as utilize como segunda iteração, após encontrar um mercado que aparentemente seja apetecível, servindo assim para validar ou rechaçar a sua opinião inicial.

 

Um alerta: Logo que seu primeiro projecto do Internet esteja a funcionar, e seja rentável, a seguir pode querer começar procurar seu mercado seguinte. Mas recorde-se que é muito fácil saltar de um projecto ao seguinte antes que primeiro esteja terminado. Não largue o mercado e projecto inicial sem ter a certeza que o mercado responde positivamente e que existe um caminho de continuidade.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.